Joseval Peixoto: Governar será um trabalho difícil para o novo Governo

  • Por Jovem Pan
  • 12/12/2018 10h30
Flickr/Michel TemerA última revista do Sescon (Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis) publica uma análise de nosso país

A última revista do Sescon (Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis) publica uma análise de nosso país, formulada pelo jurista Ives Gandra Martins. Ele é autor de uma das principais obras sobre a constituição do Brasil.

Sua crítica é dramática.

Começa citando que o sistema tributário brasileiro é irracional, confuso e de difícil interpretação pelos maiores especialistas.

Além disso, se o empresário não seguir o caminho mais oneroso para pagar seus tributos será considerado um sonegador e apenado com multas elevadíssimas. A carga tributária do país é uma das maiores do mundo, acima de China, Estados Unidos, Suíça, Japão, etc.

A burocracia consome quase 16% do nosso PIB. Nossa carga tributária é de 32,38% do PIB e nossos 13,4 milhões de funcionários custam metade desse faturamento.

Um poder judiciário invasor de funções legislativas e executivas, um legislativo manietado por desvios e investigações, um executivo dominado pela burocracia e uma carga tributária insuportável para manter uma casta dominante que não quer perder suas benesses.

E um país dividido, politicamente. Governar será um trabalho difícil para o novo Governo.