Bendine, o homem do PT, cai nas mãos de um juiz de verdade

  • Por Jovem Pan
  • 08/03/2018 07h43
Divulgação/Agência Petrobras“Aldemir Bendine é queridinho da Dilma, homem do PT. Agora ele caiu nas mãos da primeira instância e de um juiz de verdade", diz Villa

Aldemir Bendine é condenado pelo juiz Sérgio Moro a 11 anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro na Lava Jato.

O ex-presidente da Petrobras e do Banco do Brasil foi acusado de receber R$ 3 milhões da Odebrecht para facilitar contratos com a estatal.

“Aldemir Bendine é queridinho da Dilma, homem do PT. Agora ele caiu nas mãos da primeira instância e de um juiz de verdade. Um juiz que o jogou para a cadeia. Logo, logo o chefe do Bendine é que vai para a cadeia”, diz Marco Antonio Villa.

Confira o comentário completo: