Greve dos caminhoneiros revela crise de liderança no País

  • Por Jovem Pan
  • 25/05/2018 08h11
EFE/Joédson AlvesCaos é produzido pelo "Michel Banana Temer", diz Villa

Governo anuncia acordo para suspender a greve dos caminhoneiros por 15 dias. O poder público propôs zerar a Cide sobre o óleo diesel e congelar o preço do combustível por 30 dias.

Mesmo assim, representantes dos caminhoneiros não sabem se a categoria vai aceitar a proposta. Rodovias ainda estão bloqueadas, e os problemas de abastecimento continuam em grande parte do país nesta manhã.

Marco Antonio Villa comentou sobre a greve dos caminhoneiros.

“De um lado, há um locaute de empresários, é verdade. De outro, há os caminhoneiros que sobrevivem por esse meio”, ponderou.

“O que revela a greve? De um lado há uma crise de liderança no País. Se não tivéssemos um presidente “bananão’, isso já teria sido resolvido desde segunda”, avaliou.

“E os pré-candidatos ao Planalto não têm propostas”, criticou.

“”E cadê o governador de São Paulo neste caos? Sumiu!”

“Há um caos. As polícias estão escassas. Temer é um homem fraco. Sumiu”, disse.

Villa também falou sobre o preço do diesel e a relação do presidente da Petrobras, Pedro Parente, com o chamado “mercado”: