Marco Antonio Villa: Bolsonaro deve ficar no Brasil e trabalhar!

  • Por Jovem Pan
  • 02/04/2019 07h36
Alan Santos/PREm meio a polêmica, Bolsonaro tenta minimizar atrito com palestinos e garante que não pretende criar inimizade com ninguém

Jair Bolsonaro cogita reduzir viagem a Israel e antecipar retorno a Brasília para intensificar negociações pela reforma da Previdência. O presidente iria até a cidade de Raanana, um reduto de brasileiros em Israel, mas agora deve apenas receber alguns convidados no hotel em que está hospedado.

Em meio a polêmica, Bolsonaro tenta minimizar atrito com palestinos e garante que não pretende criar inimizade com ninguém. No ano passado, países árabes importaram 14,223 bilhões de dólares em produtos do Brasil, enquanto Israel gastou apenas 321 milhões de dólares.

“Só isso dá para entender que mostra a importância dos países árabes e a irresponsabilidade da viagem. O presidente pretende reduzir a viagem, e isso nunca aconteceu na história do Brasil. O problema é do Itamaraty. Foi uma visita que desagradou a todos, árabes, israelenses, evangélicos. A tríade de viagens Chile, Estados Unidos e Israel, vamos ver se o presidente fica no Brasil e passe a administrar o país”, diz Marco Antonio Villa.

Confira o comentário completo: