Marco Antonio Villa: Saída de Dilma permitiu que Brasil não se transformasse em uma Venezuela

  • Por Jovem Pan
  • 02/05/2019 10h01
EFE/Chema MoyaDevemos louvar o 2016: o momento do processo de impeachment de Dilma

O PT apoia o massacre do povo venezuelano. O partido e seus asseclas manifestaram apoio à repressão violenta do Governo Maduro contra os venezuelanos.

Para o PT, a destruição do Estado venezuelano, a utilização do petróleo como arma política, a direção da Venezuela feita por contrabandistas são coisas absolutamente normais.

O PT é igual ao chavismo.

Há uma aliança formal e clara entre PT e os criminosos do chavismo. Lula é uma espécie de Chavez, e Fernando Haddad é como o Maduro brasileiro.

O que assistimos na Venezuela, que é o ponto limite da repressão, o que poderia acontecer a médio prazo no Brasil caso o PT estivesse ainda no poder. Se Dilma Rousseff não tivesse caído com o impeachment, o PT venceria a eleição de 2018.

Devemos louvar o 2016: o momento do processo de impeachment de Dilma. Se não chegamos onde queríamos, é o curto prazo. Não é fácil. A saída de Dilma permitiu que o Brasil não se transformasse em uma Venezuela.

Confira o comentário completo de Marco Antonio Villa: