Marco Antonio Villa: Sucessão de desrespeito às leis colocou adolescentes em risco

  • Por Jovem Pan
  • 11/02/2019 07h40
EFEEmpresa que construiu contêineres usados como alojamento garante que estruturas não tinham material superinflamável

CT do Flamengo recebeu cerca de R$ 10 milhões em programas de renúncia fiscal do governo do Rio de Janeiro. O dinheiro obtido entre 2013 e 2014 ajudou o clube a colocar de pé o Ninho do Urubu, que ainda não está concluído.

Empresa que construiu contêineres usados como alojamento garante que estruturas não tinham material superinflamável. Em nota, a NHJ afirmou que o poliuretano usado não era propagador de chamas, como o utilizado na Boate Kiss, em Santa Maria.

Morar em contêiner é inacreditável. A questão das grades na janela. Se não as tivesse, alguns poderiam sobreviver. As multas aplicadas pela Prefeitura. É uma sucessão de desrespeito à lei colocando adolescentes em risco”, diz Marco Antonio Villa.

Confira o comentário completo: