Rodrigo Constantino: É melhor o desarmamentista ‘Jair’ se acostumando

  • Por Jovem Pan
  • 31/12/2018 08h49
Raphael Alves/ TJAMPara o comentarista, Bolsonaro segue no caminho certo

A iniciativa [de Jair Bolsonaro], claro, merece palmas para quem apoia o direito de se ter uma arma, mas não é possível tornar o registro definitivo via decreto. O ideal seria uma mudança legislativa após debate amplo sobre o tema. Houve um plebiscito, cujo resultado acabou ignorado pelas autoridades. Não acho que permitir a posse de arma seja a solução para o problema de criminalidade. Tem um caráter mais simbólico que qualquer outra coisa. O que efetivamente reduz a criminalidade é mais polícia nas ruas, certeza da punição a marginais, penas mais duras… Enfim, repressão ao crime com tolerância zero. Mas há situações em que a polícia não pode se fazer presente. Nessa hora é fundamental que o proprietário da casa tenha direito de escolha para se defender (…). A existência da polícia não elimina a relevância de ter uma arma de fogo para legítima defesa – se assim você desejar. Bolsonaro segue no caminho certo. É melhor o desarmamentista ‘Jair’ se acostumando.

Confira o comentário completo de Rodrigo Constantino: