Rodrigo Constantino: Força, guerreiro, Gentili Livre!

  • Por Rodrigo Constantino/Jovem Pan
  • 12/04/2019 09h08
Reprodução/ FacebookDanilo foi condenado à pena de seis meses e 28 dias de detenção, em regime semiaberto por crime de injúria contra a deputada Maria do Rosário (PT-RS)

Muitos colegas, inclusive aqui na Jovem Pan, já comentaram a punição absurda do humorista Danilo Gentili, mas devido à enormidade dessa ameaça à liberdade de expressão, também preciso me manifestar sobre o assunto.

Danilo foi condenado à pena de seis meses e 28 dias de detenção, em regime semiaberto por crime de injúria contra a deputada Maria do Rosário (PT-RS). O processo foi movido pela parlamentar após Gentili publicar, em suas redes sociais, um vídeo em resposta a uma notificação extrajudicial enviada pela deputada.

No documento, Maria do Rosário solicitava que o comediante removesse três postagens feitas contra ela no Twitter.Nas imagens, Gentili aparece esfregando o papel nas partes íntimas e depois os envia de volta à parlamentar, usando linguajar pesado e irônico.

A sentença foi proferida pela juíza federal Maria Isabel do Prado, da 5ª Vara Federal Criminal de São Paulo. De acordo com o processo, Gentili “injuriou, através de vídeo veiculado na internet, a deputada federal ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro, atribuindo-lhe alcunha ofensiva, bem como expôs, em tom de deboche, a imagem dos servidores públicos federais e a Câmara dos Deputados”.

Poderia jurar que quem fere o decoro frequentemente são os próprios deputados, em especial os petistas. Quem debocha do povo são os poderosos, em especial os petistas. Maria do Rosário grita “Lula Livre”, afrontando a Justiça, mas quer prender alguém por uma piada: eis a maior piada de todas!

A condenação, sem precedentes por nem oferecer pena alternativa ou fixar regime aberto, chocou o país. Inclusive pela autora do processo, uma deputada conhecida por lutar para suavizar a pena de marginais perigosos. A hashtag #GentiliLivre atingiu o topo dos trendings, e vários formadores de opinião publicaram mensagens de apoio ao humorista.

“Prefiro ir preso a me ajoelhar para a patrulha”, disse Danilo Gentili. Ele continua fazendo piada da situação, já “implorou” perdão para Maria do Rosário por ser “vítima da sociedade”, pediu charutos em vez de cigarros na prisão, e por aí vai. A troça continua sendo a melhor arma contra a censura e a tirania. Força, guerreiro. #GentiliLivre!