Delação de Palocci está próxima de ser concluída; ex-ministro vai deixar o PT

  • Por Jovem Pan
  • 14/09/2017 08h29
BRA01. CURITIBA (BRASIL), 26/09/2016.- El exministro de Hacienda de Brasil, Antonio Palocci, uno de los hombres más influyentes en los Gobiernos de Luiz Inácio Lula da Silva y Dilma Rousseff, llega hoy, lunes 26 de septiembre de 2016,a declarar en el caso de corrupción de la Lava Jato donde es acusado de recibir sobornos para intervenir en ambas administraciones en defensa los intereses de la constructora Odebrecht, en Curitiba (Brasil). EFE/HEDESON SILVAPalocci ainda se antecipará a uma provável expulsão do PT

A delação de Antonio Palocci está mais próxima de ser concluída. Com advogados em Curitiba, o ex-ministro deve fechar o acordo de colaboração em breve e entregar tudo o que sabe.

O processo demora porque, ao contrário de Joesley Batista, por exemplo, Palocci está preso e o acesso às provas é mais difícil.

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, Palocci ainda se antecipará a uma provável expulsão do PT. Enquanto isso, a presidente nacional da sigla, Gleisi Hoffmann, afirmou que “ao mentir sobre Lula”, o ex-ministro quebrou o que ela chamou de decoro do partido.

Assista ao comentário completo de Vera Magalhães: