Vera: Fala contemporizadora de Bolsonaro vem após sinais contraditórios

  • Por Jovem Pan
  • 21/05/2019 07h59
Marcos Corrêa/PRÉ um conjunto de coisas que não permite que falemos que a fala contemporizadora é para valer

Depois de um fim de semana de ânimos acirrados, o presidente Jair Bolsonaro fez fala contemporizadora em direção ao Congresso, mas é difícil acreditar que ela traduza o ânimo real do presidente, uma vez que ele e seu entorno dão sinais contraditórios a todo momento.

Somente nesta segunda-feira (20), Bolsonaro fez críticas à classe política, fez convocatória para atos do próximo fim de semana e depois fez afago ao Congresso e disse que devem trabalhar juntos pela reforma da Previdência.

Mas toda a preliminar é no sentido oposto. O comportamento durante o fim de semana com postagens polêmicas são sinais em sentidos contraditórios, deixam aliados confusos, deixa Congresso ressabiado e a falta de assertividade com atos do domingo ainda causarão ruídos nesta semana.

Esta semana, inclusive, não é uma qualquer. Nos próximos dias medidas provisórias podem caducar, entre elas a MP do setor aéreo que vence nesta quarta-feira (22) e a da reforma administrativa. Não há estratégia definida e as lideranças que deveriam cuidar dessa questão brigam entre si.

É um conjunto de coisas que não permite que falemos que a fala contemporizadora é para valer.

Confira o comentário completo de Vera Magalhães: