Vera Magalhães: Exoneração de ministro do Turismo é formalidade

  • Por Jovem Pan
  • 06/02/2019 07h57
Dida Sampaio/Estadão ConteúdoMarcelo Álvaro Antônio não tinha cumprido tal formalidade porque estava se recuperando de uma cirurgia

O dia começou com uma dúvida: o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, caiu ou não? Explico: ele não caiu. O ministro exonerado para assumir seu mandato de deputado federal. Os ministros Gustavo Bebbiano (Secretaria-Geral da Presidência) e Onyx Lorenzoni (Casa Civil) disseram que ele reassume a pasta até o fim desta semana.

Na última sexta-feira (1º), três ministros tinham sido exonerados para tomar posse de seus mandatos na Câmara. Foram eles: Onyx Lorenzoni, Teresa Cristina (Agricultura) e Osmar Terra (Cidadania).

A formalidade deve ser cumprida porque eles devem assumir os mandatos em até um mês senão perdem seus direitos. Marcelo Álvaro Antônio não tinha cumprido tal formalidade porque estava se recuperando de uma cirurgia.

A controvérsia sobre sua exoneração veio após a denúncia do jornal Folha de S. Paulo, que mostrou que ele supostamente participou de um esquema de lançamento de candidatas “laranja” com o objetivo de desviar recursos eleitorais do Fundo Partidário e beneficiar empresas relacionadas ao seu gabinete.

Confira o comentário completo de Vera Magalhães: