Congresso de Oncologia Clínica nos EUA traz novidades sobre Medicina de Precisão

  • Por Jovem Pan
  • 05/06/2018 12h04
USP Imagens/Marcos SantosOutra parte importante foram os testes genéticos para mensurar quando certos tratamentos são úteis ou não na forma preventiva

No Congresso Americano de Oncologia Clínica, tivemos um ano de novidade, com aplicação não somente para amanhã, mas também para futuro próximo.

O ponto forte do Congresso foi a Medicina de precisão. Entendemos as particularidades de cada tipo de tumor, de cada paciente, para a escolha de remédios eficazes para cada alteração específica.

Novas drogas foram descobertas neste sentido. O bom exemplo disso foi no câncer de bexiga e pulmão. Outra parte importante foram os testes genéticos para mensurar quando certos tratamentos são úteis ou não na forma preventiva.

A imunoncologia que solidificou neste evento com tumores de rim, bexiga, cabeça e pescoço e do sistema digestivo.

Confira o comentário completo do oncologista Fernando Maluf: