Discussão sobre prognóstico não piora relação entre pacientes e médicos

  • Por Jovem Pan
  • 26/04/2018 10h38
PixabayÉ direito do paciente saber da gravidade de sua doença e isso deve ser feito da forma mais respeitosa e humana possível

Um estudo feito nos Estados Unidos avaliou o impacto da discussão sobre um prognóstico ruim na relação entre paciente e médico. O estudo envolveu 265 pacientes com cânceres em estágios avançados e 38 oncologistas.

A conclusão foi de que a discussão sobre o prognóstico não piora a relação entre pacientes e médicos. Embora o estudo tenha sido feito num país com cultura diferente da nossa, acredito que nos mostra como é importante que a conversa sobre o prognóstico ocorra de forma clara, mas também afetuosa.

É direito do paciente saber da gravidade de sua doença e isso deve ser feito da forma mais respeitosa e humana possível. Quando você for iniciar seu tratamento, converse com seu médico, esclareça todas as suas dúvidas. E isso vale para qualquer doença ou tratamento. A relação entre médico e paciente deve ser sempre a melhor possível.

Somos o Instituto Vencer o Câncer. Estamos juntos com você nessa luta. Acesse o nosso site: www.vencerocancer.org.br

Confira o comentário completo do oncologista Fernando Maluf: