Novas estratégias para tratamento de câncer de ovário vêm apresentando resultados

  • Por Jovem Pan
  • 08/03/2018 10h59
Cancer Genome AtlasO tratamento convencional dessa doença envolve cirurgia e quimioterapia. No entanto, novas estratégias têm apresentado bons resultados

O câncer de ovário é diagnosticado em mais de 80% dos casos quando já está avançado e envolvendo o peritônio. A mortalidade nessa situação é da ordem de 75 a 85%.

O tratamento convencional dessa doença envolve cirurgia e quimioterapia. No entanto, novas estratégias têm apresentado bons resultados. Um estudo publicado no The New England Journal of Medicine avaliou o papel não só da cirurgia, mas do uso de um quimioterápico dentro do abdômen no momento da cirurgia com aumento de temperatura local, o que deixa o tumor mais sensível aos efeitos dos remédios.

O estudo avaliou 245 mulheres com câncer de ovário avançado em tratamentos que consistiam em: 3 ciclos de quimioterapia seguidos de cirurgia seguida por mais 3 ciclos versus 3 ciclos de quimioterapia seguidos de cirurgia com quimioterapia dentro do abdômen com alta elevação de temperatura seguida por mais 3 ciclos de quimioterapia.

Pacientes que fizeram a quimioterapia com hipertermia, ou seja, com alta elevação de temperatura, tiveram uma redução do risco de recorrência da doença de 34% e uma diminuição da chance de morte de 33%.

Essa é, portanto, uma estratégia que poderá vir a ser considerada padrão para o tratamento de câncer de ovário avançado, embora poucos centros no país a façam atualmente.

Somos o Instituto Vencer o Câncer. Estamos juntos com você nessa luta. Acesse o nosso site: www.vencerocancer.org.br