Josias de Souza: Após aprovação da Reforma, deputados enfrentarão desafios

  • Por Jovem Pan
  • 05/07/2019 07h57 - Atualizado em 08/08/2019 19h26
Marcos Corrêa/PRRecentemente, na última quinta-feira (4), Bolsonaro afirmou que o Governo errou em não flexibilizar regras para aposentadoria de policiais

A Comissão Especial da reforma concluiu votação da Previdência, que segue agora para o plenário da Câmara dos Deputados. O presidente da Casa, Rodrigo Maia, tentará aprovar o projeto em menos de duas semanas, antes do recesso parlamentar que começa no dia 18 de julho.

“Finalmente aprovada a reforma na Comissão Especial. No plenário, os deputados terão três desafios para alcançar e superar. O primeiro deles é obter os 308 votos necessários para aprovar a reforma em dois turnos de votação. Nos cálculos feitos por Maia e lideranças partidárias, estimasse que há entre 330 e 340 votos a favor, uma boa margem para aprovação. No entanto, vantagens para corporações podem reduzir esse número. Aliás, esse é o segundo desafio dos parlamentares: evitar novas desidratações. O terceiro desafio é entregar essa reforma antes das férias. Isso depende da obstrução, feita pela oposição, e de Bolsonaro parar de atrapalhar tentando enfiar novos benefícios para policiais no texto.”