Josias de Souza: Cada emenda aprovada reduz economia da reforma da Previdência

  • Por Jovem Pan
  • 12/07/2019 07h53 - Atualizado em 08/08/2019 19h26
Luis Macedo / Câmara dos DeputadosOs destaques e emendas para a reforma da Previdência começaram a ser votados na noite da quinta-feira (11)

Nesta quinta-feira (11), a Câmara aprovou a emenda que mantém 15 anos como tempo mínimo de contribuição para homens se aposentarem. Na sessão que invadiu a madrugada, deputados derrubaram por 445 votos a 15 a alteração apresentada pelo Governo, que ampliava período para 20 anos.

“Nessa reta final vão prevalecendo as corporações e segmentos sociais que tem maior representatividade no Congresso. A cada emenda e destaque aprovados vai se reduzindo a economia pretendida com a reforma da Previdência, vai se distanciando do R$ 1 trilhão previsto. Faltam ainda oito emendas para serem votadas e já não há tanta certeza quanto a conclusão do processo ainda no sábado. Ontem, quinta-feira (11), Rodrigo Maia já soava menos otimista. A questão agora é saber quanto será economizado.”