Josias de Souza: Eduardo Bolsonaro não parece preencher requisitos para ocupar embaixada nos EUA

  • Por Jovem Pan
  • 15/07/2019 07h54 - Atualizado em 08/08/2019 19h26
Pablo Valadares/Câmara dos DeputadosNa última semana, o presidente Jair Bolsonaro indicou o filho Eduardo para a embaixada do Brasil nos Estados Unidos

O presidente Jair Bolsonaro recebeu críticas e apoio pela dominação do filho Eduardo Bolsonaro para embaixador nos Estados Unidos. O escritor Olavo de Carvalho classificou a escolha como retrocesso e a deputada estadual Janaína Paschoal afirmou que defende a nomeação. Indicado para o cargo, o deputado federal esteve com o pai no Palácio da Alvorada durante o fim de semana.

“Essa ideia de indicar Eduardo Bolsonaro para posto da embaixada em Washington é tecnicamente frágil e politicamente insustentável. Em termos técnicos, a escolha de embaixadores é regida por uma lei. Não me parece que Eduardo Bolsonaro preenche os requisitos previstos por lei. No ponto de vista político, precisamos responder uma pergunta simples. Se o presidente não fosse pai de Eduardo, ele seria cogitado para ocupar a principal embaixada do país no exterior? Ao meu ver, a resposta é negativa.”