Não confunda compulsividade sexual com liberdade sexual

  • Por Jovem Pan
  • 15/04/2015 21h21
sexo mão

A psiquiatra Carmita Abdo fala sobre a compulsão e a liberdade sexual entre as mulheres. Para ela, não há como se confundir aquela mulher que se permite a uma vida sexual ativa e livre com alguém coompulsiva.

Compulsão interfere e prejudica as atividades da mulher. Quando deixa de ser uma atividade prazerosa e que compõe o dia a dia, passando a ser uma atividade exclusiva e uma busca incessante por um parceiro e da possibilidade de sexo.

*Ouça o áudio completo