Segunda Turma absolve Gleisi: Dia 26 é a vez do Lula?

  • Por Jovem Pan
  • 20/06/2018 20h27
Estadão ConteúdoDepois dessa decisão do STF, começaram especulações sobre o julgamento do recurso de Lula, marcado para o dia 26. Estão dizendo que podem soltar Lula.
A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal absolveu nesta terça-feira a presidente do PT, a senadora Gleisi Hoffmann, e o ex-ministro Paulo Bernardo, marido dela, da acusação de corrupção e lavagem de dinheiro em um dos processos da Operação Lava Jato. Também foi absolvido o empresário Ernesto Kugler Rodrigues, apontado como emissário do casal.
A Procuradoria Geral da República sustenta que Gleisi e Paulo Bernardo pediram e receberam 1 milhão de reais desviados da Petrobras para a campanha dela ao Senado, em 2010.
Os ministros não entenderam assim. Votaram pela absolvição total: Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski. O relator da ação, Edson Fachin, e o revisor, Celso de Mello, também votaram pela absolvição dos crimes de corrupção e lavagem, mas se manifestaram a favor da condenação de Gleisi pelo crime de caixa dois eleitoral.
Independentemente dessa divergência, os magistrados criticaram a estrutura da denúncia. Disseram que ela foi elaborada com base apenas em delações premiadas de pessoas com interesses pessoais em fazer acusações e que não apresentaram provas para corroborar seus depoimentos.
Depois dessa decisão do STF, começaram especulações sobre o julgamento do recurso de Lula, marcado para o dia 26. Estão dizendo que podem soltar Lula.
No 3 em 1 desta quarta-feira, 20, Patrick Santos mediou um debate entre Vera Magalhães, Carlos Andreazza e Marcelo Madureira.
Andreazza disse ter concordado com a decisão do STF, pois a denúncia apresentada contra Gleisi é realmente frágil. Vera afirmou que dificilmente a Segunda Turma soltará Lula. E Madureira ressaltou que o importante agora é que o ex-presidente está preso e que o país seguiu normalmente.