Após abandono da prefeitura, consórcio construirá shopping para lojistas do Brás

  • Por Jovem Pan
  • 01/02/2016 12h13
Feirinha da Madrugada do Brás

 Os comerciantes da Feirinha da Madrugada do Brás, no centro de São Paulo, esperam que o a construção do novo Shopping Popular amplie a quantidade de consumidores que procuram a região. O grupo Consórcio Circuito de Compras tenta formalizar os contratos com os pequenos empresários antes de assumir oficialmente em 15/02/16.

O novo empreendimento deverá ser coberto, com quatro andares, escadas rolantes e 5.200 lojas. Os donos dos pequenos espaços depositam na futura gestão a esperança de melhorias após o que classificaram como abandono completo pela prefeitura. O Circuito de Compras São Paulo vai explorar o shopping pelos próximos 35 anos.

O administrador do Consórcio, Jorge Silveira, explica o que muda no espaço para os comerciantes com o investimento de R$ 500 milhões até 2020: “Coisas básicas como limpeza, segurança, manutenção e melhores condições para os usuários e para os lojistas. Os lojistas vão ter lugar garantido no novo empreendimento, mas como terá um porte maior, haverá espaço para outros empreendedores que quiserem trabalhar conosco”.

O valor do aluguel de R$ 960 deve ser mantido no novo polo comercial. Existem projetos para que, ao lado da nova Feirinha da Madrugada, sejam construídos um terminal de ônibus, um hotel e um edifício comercial.