Após duas semanas, rodovias de SP ainda não possuem sinalização sobre farol baixo

  • Por Jovem Pan
  • 25/07/2016 09h48
Eixo Rodoviário, Asa Sul, Brasília, DF, Brasil 5/7/2016 Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília. A partir de sexta-feira (8), a obrigatoriedade do farol baixo também vale durante o dia nas rodovias brasileiras. O uso do equipamento não pode ser substituído pelo de milha, de neblina ou farolete. Também é necessário ligá-lo em motos e ônibus quando chover ou o tempo estiver nublado.farol baixo

Após duas semanas de fiscalização, rodovias paulistas não tem sinalização sobre a obrigatoriedade do farol aceso durante o dia. No fim de semana, a reportagem da Jovem Pan circulou pelos trechos iniciais de algumas estradas que servem a capital paulista e constatou a falta das placas.

O problema foi verificado nas rodovias Anhanguera, Bandeirantes, Castelo Branco e Raposo Tavares. Apesar da vigência da lei desde o dia 08 de julho, muitos motoristas ainda não respeitam a norma, seja por não terem conhecimento ou até por esquecimento.

Nós conversamos com alguns condutores que sentem a falta do aviso para alertar sobre a necessidade do farol aceso. Entre os depoimentos, muitos mostram confusão por não saberem se a obrigatoriedade vale também para a cidade. Um deles afirmou: “só em túneis que você vê essas placas. Nas rodovias não têm”.

A CCR, que administra as rodovias Anhanguera, Bandeirantes e Castelo Branco, disse que distribuiu panfletos nas praças de pedágio e emitiu alertas nos painéis de mensagens.

Já o DER, responsável pelo trecho inicial da Raposo Tavares, ressaltou que a regulamentação de uma sinalização específica precisa ser feita pelo Denatran.

O descumprimento da lei pode render multa de R$ 85 e mais quatro pontos na carteira de habilitação.

*Informações do repórter Anderson Costa