Copa do Mundo da Rússia terá a sua “Arena Corinthians”, entenda

  • Por Jovem Pan
  • 22/03/2018 12h29
DivulgaçãoO estádio do Spartak Moscou guarda algumas semelhanças com a arena de Itaquera

Dos 12 estádios que receberão jogos da Copa do Mundo da Rússia, um deles chama a atenção. Não pela imponência, como a Arena Zenit, nem pela história, como o Luzhniki. Mas por guardar “semelhanças” com o palco da abertura do Mundial de 2014, no Brasil.

Localizada em Moscou, a Otkrytie Arena, ou Spartak Stadium, é a “Arena Corinthians da Rússia”.

E a explicação está no contexto em que ela foi construída, e não na arquitetura.

Assim como o estádio de Itaquera, a casa do Spartak Moscou foi muito desejada pela torcida do clube russo. Isso porque, até pouco tempo atrás, o Spartak, bem como o Corinthians, não tinha estádio – jogava no Luzhniki, do Governo Federal.

Fundado em 1922, o Spartak, maior campeão nacional e conhecido como o “Time do Povo”, era motivo de chacota na capital russa e, assim como o clube alvinegro, precisou da realização de uma Copa do Mundo em seu país para ganhar uma casa: a Otkrytie Arena foi inaugurada em setembro de 2014, tendo sido erguida exclusivamente para o torneio.

A capacidade do estádio é de 45.360 pessoas – um pouco inferior aos 49.205 lugares da arena de Itaquera –, e ele custou R$ 940 milhões – contra R$ 985 milhões da casa do Corinthians. Assim como o estádio paulistano, a arena do Spartak foi erguido perto de uma estação de metrô.

A arquitetura se destaca por se assemelhar à da Allianz Arena, estádio do Bayern de Munique. À noite, a estrutura externa é iluminada com as cores do Spartak (branca e vermelha), mas, quando a Rússia atua no local, o azul, vermelho e branco tomam conta do local.

O Brasil jogará na Otkrytie Arena já na primeira fase da Copa, contra a Sérvia, na terceira rodada. O estádio receberá mais três jogos da fase de grupos e um duelo de oitavas de final.

Conheça mais sobre a casa do Spartak Moscou no vídeo abaixo!