Conheça a pé os encantos de Praga, a “cidade das 100 torres”

  • Por Jovem Pan
  • 23/04/2017 16h37
Old Town Square in Prague, Czech republicPraga

O programa Turismo deste domingo (23) vai a Praga, a capital da República Tcheca, conhecida como “a cidade das 100 torres”.

Cidade romântica de diversos estilos arquitetônicas, a cidade foi poupada da destruição das duas Grandes Guerras. O núcleo antigo da cidade tem mais de 10 séculos de história, com prédios em estilo românico e gótico, casas e palácios renascentistas, bairros barrocos e o grande número de igrejas, além do impressionante e milenar castelo de Praga.

Ouça o programa completo, com todas as dicas, AQUI.

O castelo que abrigou reis, imperadores e generais hoje acolhe os governantes da República Tcheca. O complexo inclui museu, galerias de arte, jardins, pátio, uma catedral e o palácio.

Na Praça Venceslau, há o famoso relógio astronômico da Prefeitura, outro ícone da cidade, que marca as estações do ano, a fase da lua e o signo do zodíaco. Foi construído no século XV.

Um bom passeio em Praga é se perder pelas pontes da cidade.

A Ponte Carlos é a mais antiga, atravessando o Rio Moldava, da Cidade Velha para a Cidade Pequena. Com mais de 500 metros, ela possui 30 estátuas em estilo barroco representando santos e patriarcas. Lá foi rodada cena de Missão Impossível.

Um dos melhores locais para admirar a cidade é do alto da Torre Petrin, inspirada na Torre Eiffel de Paris. Construída para ser um mirante de transmissão e observação, tornou-se um dos pontos turísticos.

Clementino, um dos tesouros da era medieval, é um amplo colégio barroco no coração da cidade velha.

Na primavera, grandes orquestras se reúnem em Praga para um celebrado festival de música. O grande destaque sempre são as obras do compositor tcheco Antonín Dvořák, mas ao longo de todo ano há incontáveis concertos, apresentações e obras para admiradores de música erudita.

O amor de Mozart por Praga se tornou uma lenda. Foi aqui que ele encontrou apoio ao ser renegado por Viena.

Praga está na região da Boemia. Há diferentes estilos musicais. Os restaurantes ficam abertos até 23h. Os bares, até 0h. As baladas, até depois das 3h. Pubs lotados, até o início da manhã.

A República Tcheca é um dos países que mais consomem cerveja do mundo, o “pão líquido”.

A culinária do país é sempre harmonizada com cerveja.

E que tal experimentar um legítimo absinto, que tem dois pubs em Praga. Há inclusive um museu que conta a história da bebida e como apreciá-la.

Alguns bairros da cidade se transformaram desde o fim da Tchecoslováquia, criando um contraste entre o moderno da cidade e seu lado antigo.

A grande maioria das atrações está concentrada no centro, entre o castelo e no entorno da cidade velha. O que mais encanta em Praga está nas ruas.

O melhor jeito de conhecer Praga é a pé e devagar, sem pressa.