Mais pressionado do que nunca, Dorival não é mais unanimidade nem para Raí

  • Por Jovem Pan
  • 28/02/2018 14h29
Montagem sobre fotos/Estadão ConteúdoDorival Júnior pode cair em caso de tropeço nesta quarta-feira, contra o CRB, pela Copa do Brasil

“O Dorival não vai durar muito. Estão querendo a cabeça dele a todo custo. Está um inferno lá nos bastidores do São Paulo”.

Foi assim, direto e reto, que o repórter Marcio Spimpolo definiu a situação de momento no clube tricolor.

Em participação no Esporte em Discussão desta quarta-feira, na Rádio Jovem Pan, o jornalista contou detalhes dos bastidores do São Paulo e revelou que Dorival Júnior não é mais unanimidade nem para o diretor de futebol, Raí – até então um dos maiores defensores do trabalho do treinador.

“Eu achava que o Raí 100% queria o Dorival. Mas conversei com pessoas próximas à diretoria e já ouvi que não é bem assim… Ouvir que, para o Raí, o Dorival não é mais unanimidade. Então, vamos aguardar”, afirmou Spimpolo.

A verdade é que a pressão sobre o técnico nunca esteve tão grande.

O São Paulo não vence há três jogos e já corre risco de sequer se classificar às quartas de final do Campeonato Paulista.

Um tropeço diante do CRB, nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), pela terceira fase da Copa do Brasil, pode ser fatal para o treinador.