Governo do estado pretende construir 4 mil unidades habitacionais em São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 02/12/2015 12h20
Lojistas aguardam para retirar mercadorias de shopping popular fechado no Brás

 Apesar da crise, o governo de São Paulo pretende construir quatro mil unidades habitacionais ao longo da Radial Leste a partir de 2016. O projeto faz parte do programa de parceria com a iniciativa privada que tem atualmente 3.600 obras contratadas. A ideia é atrair moradores para o centro da capital, evitando os deslocamentos entre casa e trabalho.

O secretário estadual da habitação, Rodrigo Garcia, acredita que o novo edital de licitação será aberto ainda no primeiro semestre: “Esse lote será ao longo da Radial Leste, ainda no centro da cidade, nas estações Brás e Belém. Estamos terminando a modelagem desse lote para que a gente leve os terrenos e a ideia do estado à consulta pública, para recebermos críticas e sugestões e, a partir daí, criar um novo edital até o primeiro semestre do ano que vem contratando mais 4 mil unidades”. O secretário Rodrigo Garcia lembra que 17% dos empregos estão no centro, que tem apenas 3% das moradias.

Em entrevista a Thiago Uberreich, a urbanista Lucila Lacreta, do Movimento Defenda São Paulo, sugere novo destino aos prédios vazios da região: “Adquirir os imóveis ou alugá-los na área central quem, hoje em dia, tem muitos imóveis oceosos, é uma ideia boa. Agora como fazer isso é que são elas. O processo todo precisa ser muito bem discutido”. A urbanista Lucila Lacreta acrescenta que a cidade de São Paulo sempre pecou pela falta de planejamento.

O projeto de parceria público-privada para construção de unidades habitacionais no centro também conta com o apoio da Prefeitura da capital.