Alckmin muda tom e alfineta Bolsonaro durante agenda em Santa Catarina

  • Por Jovem Pan
  • 13/06/2018 07h28
SecomNos últimos dias, o ex-governador de São Paulo intensificou uma postura de enfrentamento ao candidato do PSL, cobrando propostas

O pré-candidato à Presidência pelo PSDB, Geraldo Alckmin, alfinetou o adversário Jair Bolsonaro, nesta terça-feira (12). Durante uma visita ao Estado de Santa Catarina, o tucano afirmou que a campanha não tem foco em concorrente, mas para conquistar o eleitor.

Nos últimos dias, o ex-governador de São Paulo intensificou uma postura de enfrentamento ao candidato do PSL, cobrando propostas.

Em um encontro com empresários e políticos, Geraldo Alckmin defendeu uma agenda de competitividade para o País e que o extremismo não é um caminho: “nós não vamos ajudar o hospital a funcional na bala, não vamos melhorar qualidade da educação à bala, não vamos fazer ferrovia à bala. Extremismo é o descaminho”.

A mudança na postura de Geraldo Alckmin está trazendo resultados, mas o tucano ainda tem desempenho muito inferior ao de Jair Bolsonaro.

Segundo o último Datafolha, o ex-governador de São Paulo atinge no máximo 7% das intenções de voto. O tucano também reconheceu que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso tem auxiliado na missão de unir as pré-candidaturas de centro à Presidência. Mas Geraldo Alckmin ressaltou que a definição das alianças deve ocorrer só nas próximas semanas.

Confira a cobertura completa das Eleições 2018

*Informações da repórter Natacha Mazzaro