Após cancelar contratos de Márcio França, governo de SP abre 200 novos convênios para obras

  • Por Jovem Pan
  • 15/04/2019 06h35
Fabio Arantes/ SecomOs contratos atendem obras de infraestrutura urbana como recapeamento do asfalto e zeladoria

Depois de suspender convênios com prefeituras firmados pelo ex-governador Márcio França, o governo de São Paulo abre 200 novos contratos para obras. No início do ano, a gestão Doria havia suspendido cerca de R$ 143 milhões em convênios assinados pelo antecessor.

A justificativa era de que não havia previsão orçamentária para o investimento e foi identificado um viés político na destinação de verbas pelo Estado. O governo agora se compromete a investir até R$ 200 mil por convênio, direcionando os recursos para municípios menores no Estado.

Os contratos atendem obras de infraestrutura urbana como recapeamento do asfalto e zeladoria. O secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, afirma que os convênios que terão início agora também haviam sido anunciados pela gestão anterior, mas não houve verba suficiente para executá-lo. “São recursos que eram esperados pelos prefeitos e tiveram esta frustração”, afirmou.

Questionado sobre a origem dos recursos agora disponíveis, o secretário afirma que quantia investida é menor que a planejada por França. “Estamos avançando com esses novos convênios, recursos que constam no orçamento”, rebateu.

A secretaria de Desenvolvimento Regional também teve parte de seu orçamento congelado no decreto de contingenciamento do governo.

*Informações da repórter Victoria Abel