Após negativa do TRF, Governo adia nova investida para garantir posse de Cristiane Brasil

  • Por Jovem Pan
  • 12/01/2018 06h50
Gustavo Lima/Agência CâmaraA área jurídica está analisando se cabe um recurso ao Superior Tribunal de Justiça. Se nada aqui nos tribunais superiores for viável, em último caso, o Governo pode inclusive esperar a questão ser resolvida pelo plenário do TRF

O Governo deixou para a semana que vem a definição da estratégia oficial para tentar derrubar a liminar do TRF do Rio de janeiro que suspendeu na segunda-feira (08) a posse da nova ministra do trabalho, Cristiane Brasil.

Nesta quinta-feira (11), a advogada Geral da União, Grace Mendonça, foi recebida pelo presidente Michel Temer. A ideia inicial era recorrer ao Supremo Tribunal Federal. Mas depois que houve sinais de que a presidente do STF, a ministra Cármen Lúcia tenderia a manter a liminar, o Palácio do Planalto tenta buscar um caminho alternativo.

A área jurídica está analisando se cabe um recurso ao Superior Tribunal de Justiça. Se nada aqui nos tribunais superiores for viável, em último caso, o Governo pode inclusive esperar a questão ser resolvida pelo plenário do TRF, na volta do recesso em fevereiro.

A defesa da deputada já sinalizou que pretende recorrer ao próprio TRF, que só volta a se reunir no mês que vem.

No entendimento do Palácio do Planalto, a única certeza em toda essa história é que a vaga, apesar de toda polêmica, permanece com o PTB.

O presidente, inclusive, confirmou isso ontem ao presidente do partido, Roberto Jeferson, que veio ao Planalto acompanhado da filha, Cristiane Brasil, antes do presidente Michel Temer viajar para São Paulo. Mais uma vez, Jeferson reafirmou ao presidente que o partido não tem plano B.

*Informações da repórter Luciana Verdolin