Atual sistema de Previdência aumenta desigualdade no País

  • Por Jovem Pan
  • 17/12/2018 06h35
PixabayA avaliação é do chefe da assessoria especial do Ministério da Fazenda, Marcos Mendes, que ressaltou o modelo atual da previdência na desigualdade no país

Reformas podem elevar crescimento do PIB brasileiro de 2% para 4,5% ao longo de mais de uma década. A avaliação é do chefe da assessoria especial do Ministério da Fazenda, Marcos Mendes, que ressaltou o modelo atual da previdência na desigualdade no país.

Para o secretário de Assuntos Internacionais da Fazenda, Marcelo Estevão, o Brasil também precisa de maior abertura comercial.

A análise do Ministério da Fazenda propõe um ciclo virtuoso de crescimento da economia com ajuste fiscal, na redução das taxas de juros, que estimula a confiança e gera investimentos no país.

*Informações do repórter Marcelo Mattos