Bolsonaro diz que reforma da Previdência será votada no primeiro semestre de 2019

  • Por Jovem Pan
  • 06/12/2018 07h57
Valter Campanato/Agênica BrasilDurante entrevista no Quartel-General do Exército, Bolsonaro afirmou que se fosse possível votaria a reforma o mais rápido possível

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse que a reforma da Previdência será votada no Congresso no primeiro semestre do ano que vem. A declaração foi feita um dia depois de admitir que a proposta poderá ser fatiada, começando pelas alterações de idade mínima.

Durante entrevista no Quartel-General do Exército, Bolsonaro afirmou que se fosse possível votaria a reforma o mais rápido possível.

De acordo com ele, com toda certeza o Congresso começará a votar a proposta nos primeiros seis meses de 2019. O presidente eleito voltou a falar que o ponto inicial da reforma será a idade mínima para aposentadoria. E repetiu que antes de encaminhar o texto ao Legislativo, vai convidar os líderes partidários para discutir a proposta.

Nesta quarta-feira, o Ministério da Fazenda divulgou um balanço do governo de Michel Temer e apontou que a reforma da Previdência é a medida mais importante a ser feita na área econômica pela próxima gestão.

O alerta foi divulgado após o presidente eleito, Jair Bolsonaro, afirmar que terá quatro anos para fazer as mudanças e de forma “fatiada”.

De acordo com a pasta, se não houver alterações nas regras de aposentadoria e pensão do País, “não haverá qualquer possibilidade de equilíbrio fiscal de longo prazo”.

*Informações da repórter Natacha Mazzaro