Bolsonaro terá reunião com futuros ministros para unificar discursos

  • Por Jovem Pan
  • 06/12/2018 09h12
Valter Campanato/Agência BrasilA equipe econômica do futuro Governo já traça diagnósticos, e os dirigentes das pastas terão certeza do que poderão contar e as atribuições de cada uma

Todos os ministros indicados serão chamados para uma reunião com o presidente eleito Jair Bolsonaro. O objetivo é unificar discursos e mostrar união da equipe.

A equipe econômica do futuro Governo já traça diagnósticos, e os dirigentes das pastas terão certeza do que poderão contar e as atribuições de cada uma.

O ministro indicado para a Casa Civil, Onyx Lorenzoni, está fazendo a minuta do decreto que redefinirá o Governo federal. Ainda há dúvidas sobre a distribuição de competências de ministérios que foram desativados, e a Funai ainda não tem destino certo.

O grupo de transição já tem também o levantamento político no Congresso e sabe que a reforma da Previdência não será aprovada neste mandato e nem no que assume no dia 1º de fevereiro. A estratégia é convencer a opinião pública da necessidade de reformas, na esperança de que eles mudem as opiniões de deputados e senadores.

O presidente eleito Jair Bolsonaro já decidiu ao menos dois pontos: Magno Malta não irá compor sua equipe ministerial e que assinará a demissão de Onyx Lorenzoni caso se tenham provas robustas de que o deputado realmente cometeu crime de caixa dois.

*Informações do repórter José Maria Trindade