Bruno Covas diz estar aberto ao diálogo para discutir alíquota do IPTU

  • Por Jovem Pan
  • 11/02/2019 06h16
Leon Rodrigues/PrefeituraIsso ocorre depois da criação do movimento “IPTU Justo”, fomentado por moradores preocupados com o valor recebido na notificação deste ano

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, em conversa com jornalistas nesta sexta-feira (08), disse que está aberto ao diálogo com a população sobre a cobrança do IPTU na capital. Isso ocorre depois da criação do movimento “IPTU Justo”, fomentado por moradores preocupados com o valor recebido na notificação deste ano.

Enquanto a Prefeitura anunciou 3,5% de aumento, cerca de 90 mil imóveis tiveram reajuste superior, em alguns casos, beirando 50%. Bruno Covas informou que há possibilidade de discutir as reivindicações, mas que os reajustes estão em cumprimento com a lei.

Cada cidade tem legislação e valores próprios sobre o IPTU. O calculado é feito com base no valor venal do imóvel, definido pela Planta Genérica de Valores (PGV), que considera itens como a área do terreno, a localização e o tempo da construção.

Segundo a Secretaria Municipal da Fazenda, em 2018 foram arrecadados aproximadamente R$ 9,6 bilhões com o IPTU na capital paulista. Ainda assim, o índice de inadimplência foi de 12,92%, equivalente a R$ 1,67 bilhão.

*Informações do repórter Fernando Martins