Cerca de 4,2 milhões de pessoas com menos de 60 anos perdem prazo para saques do PIS/Pasep

  • Por Jovem Pan
  • 03/10/2018 08h18
José Cruz/Agência BrasilAlgumas situações também dão direito ao PIS/PASEP antes dos 60 anos, como dependência de doença grave, como câncer e AIDS e invalidez

Mais de quatro milhões de pessoas com menos de 60 anos que tinham direito ao saque das cotas do PIS/PASEP não retiraram o benefício.

Trabalhadores dessa faixa etária que foram servidores públicos ou contratados de carteira assinada entre 1971 e 1988 tinham até o dia 28 de setembro para o saque das cotas. Quem perdeu o prazo só pode receber o dinheiro quando se aposentar ou depois que completar 60 anos de idade.

Algumas situações também dão direito ao PIS/PASEP antes dos 60 anos, como dependência de doença grave, como câncer e AIDS e invalidez. O benefício também vale para militares reformados ou da reserva.

Segundo o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal, cerca de 4,2 milhões de cotistas ficaram sem o PIS/PASEP – mais de 30% do total de beneficiários.

Deixaram de ser retirados em torno de R$ 6 bilhões. Ainda de acordo com a Caixa, 6,6 milhões de pessoas a partir dos 60 anos de idade continuam sem ter sacado o benefício, o que significa quase R$ 13 bilhões disponíveis para o saque. O trabalhador pode saber se tem direito ao montante no site da Caixa.

*Informações do repórter Levy Guimarães