Ciro chama Holiday de ‘capitãozinho-do-mato nazista’ e vereador diz que ex-ministro foge do debate

  • Por Jovem Pan
  • 26/06/2019 06h17
Jovem PanCiro Gomes foi condenado a pagar uma indenização de R$ 38 mil ao vereador, que alega não ter recebido o dinheiro

O pedetista Ciro Gomes voltou a chamar o verador paulistano Fernando Holiday de “capitãozinho-do-mato”. Em entrevista ao programa Morning Show, desta terça-feira (25), Ciro também se referiu a Holiday como nazista.

“Eu estou querendo dizer para as mulheres brasileiras de São Paulo que esse cidadão está fazendo um projeto de lei que vai capturar uma filha do pobre e obrigá-la a ser homiziada em um hospício e ter tratamento religioso compulsório. O nome disso é nazismo! Ele é um capitão-do-mato nazista. Simples assim, que venham os processos”.

Ciro Gomes já havia chamado Fernando Holiday de “capitãozinho-do-mato” na sabatina da Jovem Pan com os candidatos à presidência da República, no ano passado.

O pedetista foi condenado em segunda instância a pagar uma indenização de R$ 38 mil ao vereador de São Paulo.

Ao programa Os Pingos nos Is, Holiday disse que Ciro fugiu das audiências e não tem coragem de encontrá-lo pessoalmente.

“Ele é muito homem para falar das minhas ideias de forma totalmente deturpada e aleatória pelas costas ou através da rádio, mas não teve a mínima coragem de comparecer nas audiências convocadas pelo juiz para me enfrentar cara a cara. Nunca nos encontramos e teve esse disposição dada pela Justiça”.

Fernando Holiday afirmou que Ciro também não pagou a indenização a que foi condenado e que está movendo outro processo contra ele.

*Com informações do repórter Vinicius Moura