Comissão deve votar MP do pente-fino no INSS nesta quinta (09)

O presidente da Comissão adiantou que houve avanços expressivos na discussão.

  • Por Jovem Pan
  • 09/05/2019 08h21
Agência Brasil/ArquivoO Governo espera economizar R$ 9,8 bilhões em 12 meses com a medida provisória

Sem acordo acerca da Medida Provisória do pente-fino do INSS, a comissão formada por deputados e senadores que analisa a proposta decidiu pelo adiamento para uma nova tentativa de votação do tema nesta quinta-feira (09).

A questão não foi fechada porque não houve consenso sobre as mudanças a respeito da documentação necessária para requisitar a aposentadoria rural.

O senador Izalci Lucas (PSDB-DF), presidente da Comissão, adiantou que houve avanços expressivos na discussão.

A MP prevê o fim do uso de declaração de sindicatos rurais e que a partir de janeiro a comprovação sobre o exercício da atividade rural seria exclusivamente por inscrição no sistema do Cadastro Nacional de Informações Sociais, mantido pelo Ministério da Economia.

O Governo espera economizar R$ 9,8 bilhões em 12 meses com a medida provisória.

*Informações do repórter Daniel Lian