Congresso tem última semana de votações antes do recesso de julho

  • Por Jovem Pan
  • 09/07/2018 06h20
Jonas Pereira/Agência SenadoA prioridade, segundo o presidente do Legislativo, senador Eunício Oliveira, é votar a Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2019

O Congresso vai ter a última semana de votações antes do recesso parlamentar, que vai do dia 18 de julho até 02 de agosto. A prioridade, segundo o presidente do Legislativo, senador Eunício Oliveira, é votar a Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2019.

A sessão conjunta para analisar a matéria está marcada para quarta-feira (11). No mesmo dia, governistas vão tentar concluir a aprovação do projeto que vende seis distribuidoras da Eletrobras. Com o leilão, marcado para o dia 26, o Governo espera acabar com o prejuízo de R$ 22 bilhões que elas trouxeram em vinte anos.

Porém, muitos pontos faltam para serem votados, como afirmou o vice-líder do Governo, deputado Beto Mansur, do MDB: “temos que termina projeto que autoriza leilão de seis distribuidoras de energia que estão no Norte e Nordeste. Faltam 14 destaques para encerrar votação na Câmara e mandar para o Senado”.

Já a medida provisória que fixa o tabelamento do frete para o transporte rodoviário de cargas não deve ser votada antes do recesso. O deputado Beto Mansur ressaltou que ela causa polêmica: “isenção de multas, questões que envolvem valor mínimo de frete, tem muita discussão em torno disso, por isso acho difícil que a gente vote antes desse período que antecede a eleição”.

Ainda na Câmara, devem ser votadas pelo menos duas medidas provisórias: a que destina R$ 1,2 bilhão para a intervenção no Rio de Janeiro e a que trata de financiamento para irrigação. Já o Senado deve analisar a proposta que suspende o aumento de impostos para a produção de refrigerantes na Zona Franca de Manaus.

*Informações do repórter Levy Guimarães