Criminoso em fuga capota veículo com vítima dentro e depois morre em troca de tiros com a Rota, em SP

  • Por Jovem Pan
  • 10/08/2018 06h07
Reprodução/FacebookO criminoso conseguiu sair do carro e teria efetuado disparos contra os policiais, que reagiram

Bandido em fuga capota veículo com vítima dentro antes de morrer em troca de tiros com a ROTA na Marginal do Tietê, na Zona Leste de São Paulo.

A refém era a motorista de um Honda CRV prata, rendida na noite desta quinta-feira (09) ao parar seu veículo em um semáforo fechado na região do Parque Novo Mundo, na Zona Norte.
 Dois criminosos, um deles armado, invadiram o carro, recolheram a carteira da motorista, com dinheiro e cartões, e seguiram para fazer saques em caixas eletrônicos e compras no
 shopping Tatuapé, anexo à estação do metrô da Zona Leste.

Um dos suspeitos foi até o centro de compras, enquanto o comparsa permaneceu no carro, com a refém, mas a mulher conseguiu esconder o celular e, em um momento de distração
 do bandido, enviou uma mensagem de texto ao marido, informando do sequestro.

Ele ligou para o 190, forneceu as placas, características do veículo e possível localização, que foram repassadas pelo rádio às equipes em patrulhamento na área.

Policiais militares da ROTA, em ronda nas proximidades do shopping, conseguiram localizar o carro, mas, ao perceber a aproximação da viatura, o bandido acelerou, deixando o
 comparsa para trás, e dando início a uma perseguição.

A fuga terminou na pista central da Marginal do Tietê, no sentido da Rodovia Ayrton Senna, junto à Ponte Presidente Jânio Quadros, no Belém.
 No local, o assaltante perdeu o controle da direção do Honda, que bateu em um Ford Ka prata e, em seguida, capotou.

Como estava usando o cinto de segurança, a refém escapou ilesa.
 Já o criminoso conseguiu sair do carro e teria efetuado disparos contra os policiais, que reagiram.

No confronto, o ladrão acabou sendo baleado e morreu no local, antes mesmo da chegada do resgate do Corpo de Bombeiros.

Com a colisão, o Ka rodou na pista e atingiu o guardrail, mas nem o motorista, que trabalha para uma empresa de transporte por aplicativo, nem o passageiro que ele estava
 transportando ficaram feridos.

O segundo bandido, que ficou no shopping fazendo saques e compras, segue foragido.

O caso foi comunicado ao delegado plantonista no 8º Distrito Policial, do Brás, e registrado no DHPP, o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa.

*Informações do repórter Paulo Édson Fiore