Definição sobre destino da fábrica da Ford em São Bernardo deve sair em 15 dias

Doria ressaltou que duas empresas reúnem as condições para assumir a fábrica

  • Por Jovem Pan
  • 22/05/2019 06h17
Reprodução/Google MapsO Estado e a Prefeitura de São Bernardo do Campo tentam encontrar um comprador para a planta da companhia estadunidense desde fevereiro

O governador de São Paulo, João Doria, disse que uma definição sobre o destino da fábrica da Ford no ABC deve sair em 15 dias.

O Estado e a Prefeitura de São Bernardo do Campo tentam encontrar um comprador para a planta da companhia estadunidense desde fevereiro. O fechamento da unidade coloca em risco dois mil empregos diretos e uma série de outros postos de trabalho na cidade da região metropolitana.

O governador João Doria ressaltou que duas empresas reúnem as condições para assumir a fábrica e está otimista: “nesse shortlist são duas empresas interessadas e com condições de fazerem a aquisição da Ford. Posso antecipar que a notícia será positiva, tudo indica, dentro dos próximos 15 dias”.

Uma das empresas que pode fazer uma proposta pela fábrica é a Caoa, mas o Estado não divulga qual é a segunda interessada.

O governador deu a declaração no fim da manhã desta terça-feira (21) durante visita a uma outra montadora baseada em São Bernardo do Campo, a Scania.

A empresa sueca anunciou um investimento de um bilhão e quatrocentos milhões de reais para o período de 2021 a 2024.

O presidente da companhia na América Latina, Christopher Podgorski, diz que pode inscrever a fabricante no programa estadual IncentivAuto: “estamos aguardando a oficialização das regras e em momento oportuno apoiamos todas as iniciativas que provém em incentivo e que nos apoiem na incorporação de novas tecnologias”.

O IncentivAuto é um programa do Estado que concede descontos no ICMS para montadoras que apresentem planos com investimentos superiores a R$ 1 bilhão. A GM foi a primeira companhia a se beneficiar do instrumento, que ainda deve receber ajustes finais para possibilitar a homologação das empresas.

*Informações do repórter Tiago Muniz