Depois de incêndio na Notre-Dame, franceses comemoraram Páscoa em outro local

O arcebispo de Paris, Michel Aupetit, atraiu os cristãos para a Igreja localizada há alguns quarteirões da famosa Catedral

  • Por Jovem Pan
  • 22/04/2019 07h24
EFEDurante a missa, os franceses rezaram pela rápida restauração da estrutura atingida por um incêndio na última segunda-feira

No domingo de Páscoa, fiéis parisienses se reuniram na igreja de Saint-Eustache para celebrar o feriado. Sem Notre-Dame, o arcebispo de Paris, Michel Aupetit, atraiu os cristãos para a Igreja localizada há alguns quarteirões da famosa Catedral.

Durante a missa, os franceses rezaram pela rápida restauração da estrutura atingida por um incêndio na última segunda-feira.

O arcebispo iniciou a celebração traçando um paralelo entre a reconstrução da Catedral e a ressurreição de Jesus, comemorada durante a Páscoa.

A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, esteve no local para acompanhar o ritual.

O chefe do Corpo de Bombeiros de Paris, Jean-Claude Gallet, também compareceu e recebeu um minuto de aplausos dos fiéis em homenagem à luta dos bombeiros contra o incêndio na Notre-Dame.

A missa havia sido marcada para ocorrer na Catedral, mas foi transferida depois do incêndio danificar grande parte da estrutura.

O presidente francês, Emmanuel Macron, prometeu durante a semana que fará a reconstrução do importante monumento em apenas cinco anos.

Neste final de semana, as obras que eram abrigadas na Catedral foram transferidas ao Louvre para que as obras de restauração da Notre Dame possam ter início.

*Informações da repórter Nanny Cox