Deputados votam nesta terça (25) segundo turno da PEC que limita gastos públicos

  • Por Jovem Pan
  • 25/10/2016 06h02
PEC 241

O Governo está fechado para votar nesta terça-feira (25) a PEC que limita os gastos públicos. O presidente Michel Temer não quer arriscar e chamou o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e ouviu que os votos podem chegar a 370 favoráveis.

O número de votos necessários para aprovação é de 308 votos.

O deputado Ivan Valente, líder do PSOL, admitiu que o Governo tem a maioria no plenário, mas disse que a emenda não foi devidamente discutida.

“Cada dia com sua agonia. teve toque de recolher na quarta-feira com a prisão de Eduardo CUnha. Ele contratou advogado especialista em delação. A lista da Odebrecht ou OAS pode sair a qualquer momento, porque está sendo negociada pelo diretor da Odebrecht. Tudo isso são fatores instabilizadores”, explicou.

Se aprovada nesta terça, em segundo turno, a emenda vai ao Senado, onde tem um cronograma traçado e deve ser concluído, também em segundo turno, até o dia 13 de dezembro.

Ainda nesta terça-feira haverá outras agendas na Câmara, como a criação da comissão especial que irá analisar a reforma política. O líder do PSD na Câmara, deputado Rogério Rosso, afirmou que a prioridade é a votação da PEC. “De certa forma, este segundo turno é matéria prioritária e vamos nos concentrar na PEC”, disse.

Além do texto principal, seis destaques serão votados separadamente. O deputado Pauderney Avelino, líder do DEM, é confiante que a matéria seguirá ao Senado sem alteraçãoes: “vamos perseguir fazer com que essa proposta saia da Câmara sem qualquer alteração”.

*Informações dos repórteres José Maria Trindade e Arthur Scotti