“Desafios da Segurança Pública”: A tecnologia como aliada para ajudar no combate à violência

  • Por Jovem Pan
  • 13/03/2018 10h58
Jovem PanEste equipamento chinês, que será comercializado em breve, pode ser dotado de sensor térmico, alto-falante e câmera de reconhecimento facial

Segurança é um tema que abrange todos as pessoas, em qualquer cidade do mundo.

No Brasil, em especial, é um dos assuntos que mais preocupa por conta de casos graves como assaltos, ataques a caixas eletrônicos, roubo de cargas e tráfico de drogas, por exemplo.

A tecnologia tem sido arma para tentar diminuir as ocorrências e transformar as cidades em lugares mais seguros.

Na semana passada, uma feira internacional do setor de segurança, realizada em São Paulo, mostrou um pouco desses avanços tecnológicos para ajudar a proteger o patrimônio e as pessoas.

Bruno Lima, coordenador de pré-vendas de uma empresa que desenvolve essa tecnologia, conta que a evolução dos equipamentos é necessária pela evolução do crime.

Além do desafio de vencer as sombras, a segurança agora está voltada para que os criminosos sejam facilmente identificados, diz Marcelo Ponte, gerente de uma empresa sueca de tecnologia para segurança.

A empresa também usa tecnologia semelhante à de controladores de voo, com radares, para detectar qualquer movimento suspeito.

Mas os drones são as grandes novidades tecnológicas para a segurança.

Este equipamento chinês, que será comercializado em breve, pode ser dotado de sensor térmico, alto-falante e câmera de reconhecimento facial.

Fernando Guerra, executivo da empresa, ainda conta que o drone voa sob chuva e vento lateral, mas aponta que entreves burocráticos, como a homologação de diversos dispositivos, barram a rapidez no assunto.

Ainda assim, o executivo Bruno Lima vê o Brasil como excelente e potencial mercado para essas novidades. Tão promissor, que em três dias, a feira internacional de segurança bateu a meta de R$ 850 milhões em geração de negócios.

Confira a reportagem completa de Fernando Martins: