Duas mulheres peruanas são flagradas roubando garrafas de vinhos em empório de luxo de SP

  • Por Jovem Pan
  • 06/02/2019 06h06
ReproduçãoMaria Isabel Arias, de 59 anos, e Soledad Georgina Ancieto, de 60 anos, escondem quatro garrafas de vinho embaixo da saia, que juntas valem aproximadamente R$ 10 mil

A Polícia de São Paulo investiga uma quadrilha que atua em empórios de luxo na capital paulista. Duas senhoras peruanas foram flagradas furtando garrafas de vinho de alto valor em um supermercado na Alameda Lorena, no bairro dos Jardins, zona nobre da cidade.

As câmeras de segurança do estabelecimento mostram a rápida ação da dupla. Maria Isabel Arias, de 59 anos, e Soledad Georgina Ancieto, de 60 anos, escondem quatro garrafas de vinho embaixo da saia, que juntas valem aproximadamente R$ 10 mil.

Nas imagens é possível ver o instante no qual as duas cometem o crime. Elas caminham normalmente com carrinho de compras como se fossem clientes do estabelecimento. Uma delas pega uma garrafa e começa a caminhar. Em seguida, coloca o produto por baixo da saia.

A comparsa também age; fica de costas para outras pessoas, junto a parceira e acoberta outro vinho embaixo da roupa.

Segundo o delegado Osvaldo Nico Gonçalves, diretor da Decade (Delegacia de Capturas e Delegacias Especializadas), o furto no mercado dos Jardins foi um caso isolado, mas a polícia investiga outras ocorrências semelhantes na capital.

De acordo com o delegado, trata-se de uma gangue grande que está envolvida em furtos em empórios finos, principalmente onde se vendem importados. Nico adianta que possíveis membros desta quadrilha já estão sendo identificados.

Os investigadores querem saber o destino desses vinhos de preços bastante elevados. A suspeita é que sejam encaminhados para fora do país ou para consumidores de alto nível.

*Informações do repórter Daniel Lian