Durante encontro da Otan, Trump faz duras críticas contra Alemanha

  • Por Jovem Pan
  • 12/07/2018 06h37
EFETrump se referiu à dependência alemã do gás natural vindo da Rússia

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fez declarações polêmicas sobre a Alemanha no encontro da Otan, em Bruxelas, nesta quarta-feira (11).

Trump se referiu à dependência alemã do gás natural vindo da Rússia. Cerca de 30% do gás e 40% do petróleo utilizados em território alemão são da Rússia. Trump disse que a Alemanha está “totalmente controlada” e “prisioneira da Rússia”, devido a essa dependência.

Além disso, o presidente norte-americano deu indiretas sobre um oleoduto que está sendo construído no leste europeu e deve dobrar o fornecimento de gás russo à Alemanha. Em resposta, Angela Merkel defendeu que os alemães decidem sobre suas próprias políticas e tomam as próprias decisões.

Depois, em encontro com a chanceler alemã, Trump minimizou as críticas dizendo que os Estados Unidos têm uma “relação tremenda” com a Alemanha.

Na conversa, o republicano também teria dito a Merkel que está preocupado com a construção do novo oleoduto, que poderia aumentar a dependência do leste europeu em relação à Rússia.

Na conferência da Otan, o presidente norte-americano insistiu que os países-membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte, aumentem seus gastos com defesa. Trump defendeu que o investimento no setor chegue a 4% do PIB das nações, mais que o dobro da média atual, que não passa de 2%.

*Informações do repórter Afonso Marangoni