Emílio Odebrecht é condenado pela primeira vez na Operação Lava Jato

  • Por Jovem Pan
  • 07/02/2019 06h53
ReproduçãoNa sentença, a juíza Gabriela Hardt destacou que Emílio Odebrecht tem “culpabilidade elevada, pois é responsável pela maior empreiteira do país”

O empresário Emílio Odebrecht, de 74 anos, foi condenado, nesta quarta-feira (06), pela primeira vez na Lava Jato. Ele foi sentenciado a três anos e três meses de reclusão, em regime semiaberto, por participação nas reformas de sítio em Atibaia, que beneficiaram o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

De acordo com a denúncia, a Odebrecht gastou R$ 700 mil em obras de ampliação do imóvel, para que ele fosse utilizado por Lula e familiares depois que o petista deixasse o Planalto.

Na sentença, a juíza Gabriela Hardt destacou que Emílio Odebrecht tem “culpabilidade elevada, pois é responsável pela maior empreiteira do país”. A juíza ainda disse que “a responsabilidade de um executivo deste porte é enorme e, por conseguinte, também a culpabilidade quando pratica crimes”.

No dia 7 de novembro de 2018, em depoimento a Gabriela Hardt, Emílio Odecrecht confirmou que aprovou a reforma no sítio.

A pena deverá ser cumprida seguindo os termos do acordo de delação premiada firmado com a Procuradoria-Geral da República.

*Informações do repórter Afonso Marangoni