Ensino Médio brasileiro está abaixo da meta do MEC em todos os Estados

  • Por Jovem Pan
  • 04/09/2018 05h59
Arquivo/Agência BrasilEm uma escala de 0 a 10, os alunos do primeiro ao terceiro ano tiveram nota de 3,8. Sendo que a meta era de 4,7

Nenhum Estado do país atingiu a meta do Ministério da Educação para o Ensino Médio. Em uma escala de 0 a 10, os alunos do primeiro ao terceiro ano tiveram nota de 3,8. Sendo que a meta era de 4,7.

Amapá, Amazonas, Bahia, Rio de Janeiro e Roraima tiveram redução na nota do Ideb. O registro positivo vai para o Espírito Santo, Estado com o melhor desempenho no país.

Os dados do Ideb foram apresentados nesta segunda-feira (03) pelo MEC e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais. O índice verifica o desempenho dos estudantes por meio do fluxo escolar e provas de português e matemática aplicadas a cada dois anos. Ele é o principal indicador da qualidade da educação brasileira.

Nos anos finais do ensino fundamental, do sexto ao nono ano, a nota do Ideb foi 4,7. A meta era de cinco pontos. Nesta etapa, apenas sete Estados alcançaram o objetivo de 2017: Rondônia, Amazonas, Ceará, Pernambuco, Alagoas, Mato Grosso e Goiás. Minas Gerais foi a única unidade com queda no Ideb na etapa.

De forma geral, a meta estabelecida pelo MEC foi alcançada apenas nos primeiros anos do ensino fundamental. Na etapa que vai do 1º ao 5º ano os alunos conseguiram nota 5,8. A meta era 5,5. Apenas os Estados do Amapá, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul não alcançaram as notas mínimas esperadas pelo Ministério da Educação.

Os destaques nesta etapa são Minas Gerais, São Paulo, Espírito Santo, Paraná, Santa Catarina, Goiás, Distrito Federal e Ceará, que apresentou Ideb de 6,2.

A meta para o Brasil é alcançar a média 6 em toda a educação básica até 2021. O ministro da educação, Rossieli Soares, alertou sobre o distanciamento do ensino médio sobre as metas propostas pela pasta. Os dados completos do Ideb estão divulgados no site portal.inep.gov.br

*Informações do repórter Arthur Scotti