Escolha de data para nova cirurgia será decidida por Bolsonaro, afirma cirurgião

  • Por Jovem Pan
  • 30/10/2018 08h27
Fernando Frazão/Agência BrasilJair Bolsonaro passou por duas intervenções médicas e deve realizar uma terceira cirurgia

Com a última cirurgia feita em setembro, a partir do dia 12 de dezembro, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, pode ser submetido a uma nova intervenção. Entretanto, ficará a seu critério a escolha da data para o procedimento.

A afirmação é do cirurgião de Bolsonaro, o médico Antonio Luiz Macedo, do Hospital Albert Einstein. “O presidente eleito está muito bem de saúde agora, recuperou-se bem de todo aquele drama que ele passou e eu acredito que agora esteja tudo bem. Mas é importante verificar quando que ele vai querer fazer, se pode fazer após dia 12 de dezembro ou após a posse. Ele que vai decidir isso”, afirmou em entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã.

O recomendado pelo cirurgião é que se espere três meses após a última cirurgia, realizada no dia 12 de setembro, para que Jair Bolsonaro seja submetido a uma nova intervenção. Segundo ele, a partir de três meses há uma melhora na resolução do quadro abdominal e facilita a cirurgia para reconstrução do trânsito intestinal.

Sobre as especulações de que o presidente eleito teria, na verdade, um câncer, o cirurgião negou: “o presidente da República tem saúde muito boa, teve fase difícil devido a essa tentativa de assassinato, mas está totalmente recuperado. Não tem câncer e nunca teve câncer”.

Confira a entrevista completa com o cirurgião do Hospital Albert Einstein, Antonio Luiz Macedo: