Especialistas avaliam dificuldade do primeiro dia de provas do ENEM

  • Por Jovem Pan
  • 05/11/2018 07h04
USP ImagensO Exame Nacional do Ensino Médio de 2018 abordou temas densos, porém, o nível das provas não foi difícil, de acordo com especialistas

O primeiro dia do Exame Nacional do Ensino Médio de 2018 abordou temas densos, porém, o nível das provas não foi difícil, de acordo com especialistas. Neste domingo (04), 4.139.319 estudantes responderam questões de Ciências Humanas e Linguagens, e elaboraram uma redação que teve como tema a “manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet”.

Aníbal Telles, professor de redação do curso Anglo, destacou que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira mudou o padrão de temas neste ano.Ele afirmou que o estudante deveria prestar atenção no termo “manipulação” presente na apresentação do tema.

No âmbito das ciências humanas, entre vários assuntos, foram abordados, direitos humanos, diversidade, o período de conquista da América e a crise hídrica.
Para o professor de Ciências Humanas do COC, Lucas Paris, o Enem não fugiu do padrão. Ele ressaltou que a prova mantém o perfil multidisciplinar das questões.

Já o exame de Linguagens abordou questões sobre feminismo, racismo, violência contra a mulher e o hino nacional. Rodrigo Noronha, professor de Linguagens e Códigos do sistema de ensino COC, acredita que os estudantes não tiveram dificuldades. Ele avaliou que a prova foi menos complicada que a de anos anteriores.

No próximo domingo, 11 de novembro, os estudantes terão 5 horas para responder questões de Ciências da Natureza e Matemática.

*Informações do repórter Matheus Meirelles