Falsa médica que fazia procedimentos estéticos no RJ é presa na Baixada Fluminense

  • Por Jovem Pan
  • 01/08/2018 08h57
Divulgação/Polícia Civil do Rio de JaneiroMariana Batista de Miranda fazia procedimentos sem conhecimento devido, inclusive, implantes de silicone industrial

A Justiça do Rio de Janeiro decretou nesta terça-feira (31) a prisão preventiva de uma falsa médica que atuava na Baixada Fluminense. Mariana Batista de Miranda fazia procedimentos sem conhecimento devido, inclusive, implantes de silicone industrial, em mulheres no município de Queimados.

Uma das pacientes morreu após passar por uma cirurgia estética realizada pela falsa médica, que foi indiciada por homicídio doloso e exercício ilegal da Medicina. Fátima Santos teve complicações após o procedimento, chegou a ser socorrida, mas não resistiu.

Casos como esse têm se multiplicado no RJ nos últimos tempos. Nesta semana, uma massoterapeuta também foi presa por fazer procedimentos ilegais em uma clínica em Curicica. Patricia Silva dos Santos fazia atendimentos também na casa de suas pacientes, e todas elas relataram que tiveram complicações após os procedimentos estéticos.

*Informações do repórter Rodrigo Viga