Fernández presta depoimento em processo que investiga Cristina Kirchner

  • Por Jovem Pan
  • 11/07/2019 09h14
EFEKirchner é investigada por um acordo firmado com Irã em 2013

O candidato à presidência da Argentina, Alberto Fernández, prestou depoimento nesta quarta-feira (10) em um processo que investiga a ex-presidente Cristina Kirchner. A atual candidata a vice-presidência pela chapa de Fernandez é investigada por um acordo firmado com Irã em 2013, que acobertaria um atentado ocorrido em 1994 contra um centro israelita.

Em 2015, o procurador Alberto Nisman, que investigava o caso, denunciou Kirchner por acobertar autores do ataque terrorista. 4 dias após a denuncia, o procurador foi encontrado morto no próprio apartamento.

Fernández foi convocado para prestar depoimento como testemunha e afirmou a imprensa que foi questionado sobre as declarações públicas que deu a respeito do caso. Em entrevista a um jornal argentino, em 2014, ele disse que encontrou Nisman em um supermercado, e que o procurador teria dito que tinha descoberto provas sobre o acobertamento de Kirchner.

O candidato relembrou que, na época, ele não esteve de acordo com o pacto entre Argentina e Irã e disse que esta é “uma questão política, e não judicial”.

O julgamento da ex-presidente neste caso ainda não tem data definida.

*Com informações da repórter Camila Yunes