Fora de debate na TV, Haddad e Amoêdo são sabatinados em evento na capital paulista

  • Por Jovem Pan
  • 10/08/2018 06h39
Montagem/Marcelo Chello e Júlio Zerbatto/Estadão ConteúdoCandidatos à Presidência da República seguem em sabatinas

Ainda no período pré-campanha, candidatos à Presidência da República seguem em sabatinas e entrevistas promovidas por vários setores privados.

Nesta quinta-feira (09), em São Paulo, Fernando Haddad, candidato indefinido a vice-presidente pelo PT, e João Amoêdo, do Novo, foram sabatinados em evento promovido pelo banco de investimentos BTG Pactual com plateia de empresários e clientes da instituição.

Fernando Haddad fez força para mostrar que estava ali como representante dos petistas e que o trabalho é garantir a candidatura de Lula.

O ex-prefeito de São Paulo, questionado sobre a impossibilidade jurídica e legal da candidatura de Lula, se limitou a defender o ex-presidente que está preso desde abril, em Curitiba. Para Haddad, a prisão é casuísmo e Lula não é um oráculo, mas sim uma liderança que ensina muito e que tem método de trabalho.

O petista também criticou as ações do atual Governo e disse que o teto dos gastos, aplicado pelo Governo Temer, é uma ingenuidade política.

Na sequência, o sabatinado foi João Amoêdo, do Partido Novo. O estreante em disputas eleitorais criticou o atual modelo do Estado brasileiro. Segundo Amoêdo, que vem do setor financeiro, seu eventual Governo será sustentado em três pilares.

O candidato do Novo evitou falar sobre quem o partido apoiaria em um eventual segundo turno, e criticou a postura da esquerda adotada pelo PT, o Centrão na base de Geraldo Alckmin, e a extrema direita na linha de Jair Bolsonaro.

Confira a cobertura completa das Eleições 2018

*Informações do repórter Fernando Martins

  • Tags: